Utilizador
As minhas preferências
Todas as preferências
Cardiovascular, Renal e Metabólica
Insuficiência Cardíaca
Doença Metabólica
Doença Renal
Doença Cardíaca
Doenças Respiratórias
Asma
Asma Grave
DPOC
Vírus sincicial respiratório
Doenças auto-imunes
Lupus
Oncologia
Cancro do Pulmão
Cancro da Mama
Cancro do Ovário
Hematologia
Outros
Vacinas
Ferramentas de Enfermagem
Diagnóstico de precisão
Ao ativar alguma das opções acima está a aceitar os nossos Termos e Condições
O meu Perfil
Dados Pessoais
*Dados de preenchimento obrigatório
Social Network
Como deseja ser contatado(a)
×
Salvar alterações
Solicitar a visita ou contato por um Delegado e/ou MSL
Veeva ID: PT-11587
Aprovado a 12/2021

    Solicitar a visita ou contato por um
    Como deseja ser contatado(a)
    Cancelar
    * Campos de preenchimento obrigatório.
    Ao ativar alguma das opções acima está a aceitar os nossos Termos e Condições
    A informação incluída neste website é dirigida a profissionais de saúde com o objetivo de educação médica contínua.
    Utilizador
    As minhas preferências
    Todas as preferências
    Cardiovascular, Renal e Metabólica
    Insuficiência Cardíaca
    Doença Metabólica
    Doença Renal
    Doença Cardíaca
    Doenças Respiratórias
    Asma
    Asma Grave
    DPOC
    Vírus sincicial respiratório
    Doenças auto-imunes
    Lupus
    Oncologia
    Cancro do Pulmão
    Cancro da Mama
    Cancro do Ovário
    Hematologia
    Outros
    Vacinas
    Ferramentas de Enfermagem
    Diagnóstico de precisão
    Ao ativar alguma das opções acima está a aceitar os nossos Termos e Condições
    O meu Perfil
    Dados Pessoais
    *Dados de preenchimento obrigatório
    Social Network
    Como deseja ser contatado(a)
    ×
    Salvar alterações
    Solicitar a visita ou contato por um Delegado e/ou MSL
    Veeva ID: PT-11587
    Aprovado a 12/2021

      Solicitar a visita ou contato por um
      Como deseja ser contatado(a)
      Cancelar
      * Campos de preenchimento obrigatório.
      Ao ativar alguma das opções acima está a aceitar os nossos Termos e Condições
      A informação incluída neste website é dirigida ao público em geral.

      Powered by AstraZeneca logoAstraZeneca Corporate? Login

      Insuficiência cardíaca

      Sinais e Sintomas da
      Insuficiência Cardíaca

      SINAIS E SINTOMAS DA INSUFICIÊNCIA CARDÍACA
      Os sintomas da Insuficiência Cardíaca podem variar de pessoa para pessoa, consoante o tipo de Insuficiência Cardíaca que tiver e o estadio da doença1.

      Entre os sintomas mais comuns na Insuficiência Cardíaca estão a falta de ar (ou dispneia) e fadiga. Estes e outros sintomas interferem negativamente, e de forma significativa, na capacidade funcional e na qualidade de vida do doente com Insuficiência Cardíaca1,2 .

      Os principais sintomas da Insuficiência Cardíaca são causados por acumulação de líquidos ou congestão e um fluxo sanguíneo insuficiente no organismo. Esta secção explicará estes sintomas e fornecerá sugestões para melhorá-los1,2.

      Os sinais e sintomas podem incluir
      O agravamento dos sintomas e sinais traduz-se em episódios de descompensação da Insuficiência Cardíaca que, não raras vezes, conduzem à necessidade de internamento3
      Os sinais e sintomas podem incluir:
      • Falta de ar
      • Inchaço dos pés e pernas
      • Falta de energia, sensação de cansaço
      • Dificuldade de dormir à noite devido a problemas respiratórios
      • Abdómen inchado ou mole, perda de apetite
      • Tosse
      • Aumento da micção durante a noite
      • Confusão
      • Falta de memória
      Adaptado de 1 e 2
      O agravamento dos sintomas e sinais traduz-se em episódios de descompensação da Insuficiência Cardíaca que, não raras vezes, conduzem à necessidade de internamento2.
      Sintomas causados pela acumulação de líquidos ou congestão
      A falta de ar é causada pela acumulação de líquido e congestão nos pulmões. Os líquidos acumulados reduzem a capacidade dos pulmões obterem oxigénio, causando assim falta de ar, tosse e pieira1,2.

      Inicialmente, a falta de ar ocorre apenas durante o esforço, mas, à medida que a Insuficiência Cardíaca avança, a falta de ar passa a ocorrer com menor esforço e, por fim, até mesmo em repouso. Pessoas com Insuficiência Cardíaca esquerda grave podem sentir falta de ar quando deitadas (um quadro clínico chamado ortopneia), uma vez que a gravidade faz com que mais líquido entre nos pulmões. Essas pessoas muitas vezes acordam ofegantes (um quadro clínico chamado dispneia paroxística noturna)1,2.

      O sangue acumula-se naturalmente também nos tornozelos, pelo que é nesta zona que os líquidos ficam retidos provocando inchaço dos tornozelos e das pernas. A acumulação de líquidos no fígado e nos orgãos digestivos pode levar à redução do apetite1,2.

      O seu médico ou enfermeiro poderão recomendar que reduza o consumo diário de líquidos, para limitar a quantidade de líquidos acumulados no organismo. Irão também recomendar a toma de um medicamento adequado quando necessário1, 2.

      Sintomas relacionados com a redução do fluxo sanguíneo em partes do corpo

      A Insuficiência Cardíaca reduz a capacidade de bombeamento do coração, pelo que menos sangue alcança os músculos. Esta falta de nutrientes e oxigénio faz com que os músculos se cansem muito mais rapidamente, o que leva à sensação de falta de energia e cansaço1.

      A prática moderada de exercício físico poderá ajudar a melhorar os sintomas. Ao contrário do que muitas pessoas acreditam, o exercício físico é considerado benéfico para os doentes com Insuficiência Cardíaca. O exercício físico também reduz o stress e aumenta os níveis de energia1,2.

      Quando tem Insuficiência Cardíaca, o coração tenta compensar a falta de força para bombear, batendo mais depressa (taquicardia) para manter o mesmo fluxo sanguíneo no organismo. Este aumento da frequência cardíaca poderá ser por vezes irregular e causar palpitações, parecendo que o coração está acelerado ou a latejar. Deverá falar sobre as palpitações com o seu médico ou enfermeiro, visto que poderá corresponder à presença de uma arritmia, frequente em doentes com Insuficiência Cardíaca1,2.

      Além dos sintomas físicos da Insuficiência Cardíaca, algumas pessoas podem ser afetadas pela seriedade e gravidade da Insuficiência Cardíaca e poderão ter sintomas emocionais, como depressão e ansiedade1,2.

      Em cada visita sua ou do seu familiar ao médico, os sintomas e sinais da Insuficiência Cardíaca precisam de ser avaliados, com atenção especial à verificação de congestão/acumulação de líquidos. É importante a monitorização dos sinais e sintomas bem como a resposta ao tratamento. A persistência dos sintomas apesar do tratamento geralmente indica a necessidade de terapia adicional, sendo que o agravamento dos sintomas é um algo que merece atenção médica imediata2.

      Explore as outras secções do site para ter mais informação sobre a Insuficiência Cardíaca.

      1. ESC Heart Failure Matters. Disponível em https://www.heartfailurematters.org/, consultado em 19/10/2020

      2. Guidelines da European Society of Cardiology (ESC) para o Diagnóstico e Tratamento da Insuficiência Cardíaca Aguda e Crónica, European Heart Journal 2016;37:2129-2200

      Veeva ID: PT-7872
      Aprovado a 11/2020
      saudeflix whatsapp sharesaudeflix telegram share